Qual seu livro predileto? – Respostas (parte 2)

tumblr_mtlcdiZKPX1sjro9ko1_500

Livros, livros e mais livros!!! Escolher aquele que mais tocou nosso coração é uma tarefa quase impossível!!! Todo dia acrescentamos mais um naquela lista dos inesquecíveis! E para nossa segunda parte da enquete Qual seu livro predileto indicarei mais 2 livros que, de alguma maneira, mudou a maneira de pensar e abriu as portas da leitura para muitas pessoas ….. principalmente para a Biaah Teodoro  e a queridíssima do blog Pausa pra refletir !!!

E os indicados são: “Orgulho e preconceito”   e “A menina que roubava livros”

Nossa, ambos são cheios de sentimentos e nos trazem sempre um aprendizado. Já tive o prazer de lê-los e me sinto honrada em partilhar com vocês. 

ORGULHO E PRECONCEITO

O que dizer desse livro….Simplesmente demais!! Está na minha lista dos prediletos e seu enredo é digno dos 10 melhores de todos os tempos já publicado em posts anteriores!!! Veja

5º Lugar: ORGULHO E PRECONCEITO – JANE AUSTEN

ORGULHOConsiderada a primeira romancista moderna da literatura inglesa, Jane Austen começou seu segundo romance, ‘Orgulho e Preconceito’, antes dos 21 anos de idade. Assim como em outras obras de Austen, o livro é escrito de forma satírica. ‘Orgulho e Preconceito’, pode ser considerado como especial porque transcende o preconceito causado pelas falsas primeiras impressões e adentra no psicológico, mostrando como o auto-conhecimento pode interferir nos julgamentos errôneos feitos a outras pessoas a autora revela certas e posturas de seus personagens em situações cotidianas que, muitas vezes, causam momentos cômicos aos leitores, dando um caráter mais leve e satírico ao livro. As emoções e sentimentos devem ser decifrados por quem decidir mergulhar na obra de Jane Austen, uma vez que encobertos nas entrelinhas do texto. A escritora inglesa apresenta seu poder de expressar a discriminação de maneira sutil e perspicaz em ‘Orgulho e Preconceito’; ela é capaz de transmitir mensagens complexas valendo-se de seu estilo a um tempo simples e espirituoso. O principal assunto do livro é contemplado logo na frase inicial, quando a autora menciona que um homem solteiro e possuidor de grande fortuna deve ser o desejo de uma esposa. Com esta citação, Jane Austen faz três referências importantes: a autora declara que o foco da trama será os relacionamentos e os casamentos, dá um tom de humor á obra ao falar de maneira inteligente acerca de um tema comum, e prepara o leitor para uma caçada de um marido em busca da esposa ideal e de uma mulher perseguindo pretendentes. O romance retrata a relação entre Elizabeth Bennet (Lizzy) e Fitzwilliam Darcy na Inglaterra rural do século XVIII. Lizzy possui outras quatro irmãs, nenhuma delas casadas, o que a Sra. Bennet, mãe de Lizzy, considera um absurdo. Quando o Sr. Bingley, jovem bem sucedido, aluga uma mansão próxima da casa dos Bennet, a Sra. Bennet vê nele um possível marido para uma de suas filhas. Enquanto o Sr. Bingley é visto com bons olhos por todos, o Sr. Darcy, por seu jeito frio, é mal falado. Lizzy, em particular, desgosta imensamente dele, por ele ter ferido seu orgulho na primeira vez em que se encontram. A recíproca não é verdadeira. Mesmo com uma má primeira impressão, Darcy realmente se encanta por Lizzy, sem que ela saiba do fato. A partir daí o livro mostra a evolução do relacionamento entre eles e os que os rodeiam, mostrando também, desse modo, a sociedade do final do século XVIII.Considerado a obra prima de Jane Austen, ‘Orgulho e Preconceito’ ganhou diversas versões para o cinema e televisão, a mais recente em 2005, com interpretações de Keira Knightley e Matthew Macfadyen nos papéis principais.

Emocionante….. para nossa querida blogueira…..

ff

 

Pausa para refletir

 

Realmente não sei dizer, foram tantos! Um que gostei bastante foi orgulho e preconceito, me apaixonei pelo Darcy

Mais sobre Jane Austen, confira o post!

A MENINA QUE ROUBAVA LIVROS

 

a menina (1)

Esse livro tem que fazer parte do seu repertório de leituras….é enriquecedor! Aprendemos, choramos e partilhamos de sentimentos com seus personagens….confira a sinopse:

Continuar lendo

Anúncios

MAYOMBE – PEPETELA

images (3).jpgBem pessoal, chegamos ao nosso último livro da lista da Fuvest 2017, hoje iremos abordar o livro de Mayombe, um romance angolano do escritor Pepetela. Vamos conhecê-lo?

O estudo da literatura africana de expressão portuguesa já estava presente nas universidades brasileiras desde o começo da década de 1980.

A inclusão do romance “Mayombe”, do escritor Pepetela, tem, portanto, o mérito de difundir essa literatura, indiscutivelmente rica, também no ensino médio do país. Ao mesmo tempo, indica a continuidade dos esforços de aproximação do Brasil com a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, por meio da cultura. É uma iniciativa louvável e significativa.

Por outro lado, pode-se supor que a grande maioria dos vestibulandos talvez nunca tenha ouvido falar em “Mayombe”, nem em seu autor, de modo que vale a pena apresentá-lo em linhas gerais.

Sobre o Autor

download (1) Pepetela é o pseudônimo do angolano Artur Carlos Maurício Pestana dos Santos, nascido em 29 de outubro de 1941, na cidade de Benguela, no litoral do país. Na década de 1960, começou a cursar engenharia, mudou para letras, mas acabou se decidindo pela política e passou a integrar o MPLA – Movimento Popular para a Libertação de Angola, um dos vários movimentos que lutavam pela independência do país, então uma colônia de Portugal.

Continuar lendo

Tag: 50% – Melhores e Piores do 1º Semestre/2016

Bom dia!! A marcela Carvalho do Blog Devaneios da Lua me indicou para responder essa tag. Primeiramente agradeço a oportunidade de compartilhar as minhas opiniões com vcs e espero que gostem e opinem sobre as minhas escolhas! Vamos lá!

82C.gif

1. O melhor livro que você leu até agora, em 2016

Escolha difícil, mais o livro que mais gostei esse ano até agora foi Carta de Amor aos Mortos de Ava Dellaira. 

carta

2. A melhor continuação que você leu até agora, em 2016

Dentre as melhores continuações desse ano, escolho a da trilogia “Não Pare”. Ameiiiiii e já até escrevi sobre ela em um post!

download

3. Algum lançamento do primeiro semestre que você ainda não leu, mas quer muito

Dentre os lançamentos e os diversos livros que tenho na minha lista que desejo ler, com certeza está o ” Tudo e todas as coisas”. Espero que chegue a vez dele logo rs.

download (1)

4. O livro mais aguardado do segundo semestre

Dentre os livros que espero ansiosamente, estão “A última estrela”. Esse livro é o 3º da série “A 5ª onda”. 

13108622_1187668967912072_1239069606_n

5. O livro que mais te decepcionou esse ano

Continuar lendo

SAGARANA – JOÃO GUIMARÃES ROSA

Este slideshow necessita de JavaScript.

Chegamos ao nosso penúltimo livro da lista da Fuvest 2017. Essa obra foi a primeira publicada pelo autor e reúne vários contos! Apresento-lhes “Sagarana” de Guimarães Rosa.

Importância do Livro

Sagarana é o livro de estréia do autor. Realiza o projeto dos modernistas de 1922, com o resgate da linguagem popular, acrescentando a originalidade de sua estilização. Com isso, consegue revelar aspectos profundos da alma do país, não no que esta poderia ter de exótico ou pitoresco, mas no que possui de humano e universal.

Período Histórico

Em 1945, termina a ditadura de Getúlio Vargas no Brasil. Inicia-se um processo de redemocratização, que duraria cerca de vinte anos. Nesse período, a cultura conheceu uma extraordinária efervescência, da qual a obra de Rosa é um excelente exemplo.

Continuar lendo

THE KISS OF DECEPTION

giphy.gif

Bom dia!! Mais um livro finalizado na minha lista! O li por indicação, precisava de um romance, de uma aventura…. Bem, foram 3 dias intensos onde não consegui parar de ler !!

download

 

The Kiss of deception, é o primeiro livro das crônicas de amor e ódio da Autora Mary E. Person. Ela é uma premiada escritora do sul da califórnia, conhecida por seus outros sete livros juvenis – entre eles a serie popular The Jenna Fox Chronicles. 

 

 

Vou confessar, amei o livro. Adoro esses tipos de romances onde o mistério e o sobrenatural reinam…e somos surpreendidos por acontecimentos que apimentam a história rs. O livro é fácil de ler e quando acaba, já procuramos sua continuação! O blog da Quimera , o da Raposisses  e o da Utopia literária entre amigas  apresentam resenhas lindíssimas e bem explicadas sobre o livro! THE KISS OF DECEPTION foi escolhido pelo comitê da Young Adult Library Services Association (YALSA) como umas das melhores ficções YA de 2015 e escolhido uma das principais fantasias de 2014 pelos leitores no Goodreads. Esta viagem extraordinária, repleta de ação, romance e mistério chegou ao Brasil em maio de 2016 pela Darkside® Books para integrar a Coleção DarkLove.

Continuar lendo

CLARO ENIGMA – CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE

CLAROClaro Enigma – Carlos Drummond de Andrade (1)

Bom dia!! Esse post fornecerá informações importantes sobre esse maravilhoso livro de Carlos Drummond de Andrade – “Claro enigma”. É o nosso 7º livro da lista da Fuvest 2017! Lembrando que todas as informações, foram coletadas de sites importantes buscando fornecer informações verídicas e de fácil compreensão! Esta busca tem como referências: Globo Educação, Enem, Companhia das letras e Educar para crescer.  Vamos lá!

Importância do livro

Depois de um período de engajamento político mais explícito, Drummond passa por uma fase de decepção com os rumos do socialismo após a Segunda Guerra Mundial. O abandono da militância conduziu o poeta a uma introspecção mais acentuada. Claro Enigma é o melhor produto dessa vertente e apresenta um traço forte da poesia do autor: sua capacidade de verticalizar os temas de que trata, submetendo-os a uma visão profunda e transcendente. 

Sobre o autor

Sem título.png

Continuar lendo

VIDAS SECAS – GRACILIANO RAMOS

Boa tarde pessoal, chegamos ao nosso 6º livro da lista da Fuvest 2017. Hoje apresento-lhes um clássico de Graciliano Ramos – Vidas Secas – Graciliano Ramos.  Obra que retrata uma sociedade brasileira em níveis profundos! Li a um tempo e me emocionei com a realidade descrita….Vamos conhecê-la?

vidas secas.jpg

Importância do livro 

O romance Vidas Secas, publicado em 1938, consegue a proeza de apresentar de maneira sintética uma visão da sociedade brasileira em seus níveis mais profundos. Há a dimensão social da exploração e da opressão política. Há a dimensão psicológica da repressão, fazendo surgir indivíduos marcados pela introspecção. E há, por fim, a dimensão natural da seca, flagelo nordestino. 

ler.png

Período 

A narrativa se relaciona a um período particularmente complicado da política brasileira e mundial. No Brasil, estava em vigor a ditadura Vargas, enquanto a Europa vivia as tensões que resultariam na eclosão da 2ª Guerra Mundial. 

Sobre o autor

graciliano

Graciliano Ramos (1892-1953) nasceu em Quebrângulo, Alagoas. Estudou em Maceió, mas não cursou nenhuma faculdade. Após breve estada no Rio de Janeiro como revisor dos jornais “Correio da Manhã” e “A Tarde”, passou a fazer jornalismo e política, elegendo-se prefeito em 1927.

Foi preso em 1936 sob acusação de comunista e nesta fase escreveu “Memórias do Cárcere”, um sério depoimento sobre a realidade brasileira. Depois do cárcere, morou no Rio de Janeiro. Em 1945, integrou-se no Partido Comunista Brasileiro.
Graciliano estreou em 1933 com “Caetés”. Outro livro seu, “São Bernardo”, é verdadeira obra prima da literatura brasileira. Depois vieram “Angústia” (1936) e “Vidas Secas” (1938), inspirados em Machado de Assis.

“Vidas Secas”, romance publicado em 1938, retrata a vida miserável de uma família de retirantes sertanejos obrigada a se deslocar de tempos em tempos para áreas menos castigadas pela seca. A obra pertence à segunda fase modernista, conhecida como regionalista, e é qualificada como uma das mais bem-sucedidas criações da época.

O estilo seco de Graciliano Ramos, que se expressa principalmente por meio do uso econômico dos adjetivos, parece transmitir a aridez do ambiente e seus efeitos sobre as pessoas que ali estão.

Linguagem

Tipo de discurso: indireto livre.
Foco narrativo: terceira pessoa.

Personagens

resumo.png

  • Baleia: cadela da família, tratada como gente, muito querida pelas crianças.
  • Sinhá Vitória: mulher de Fabiano, sofrida, mãe de dois filhos, lutadora e inconformada com a miséria em que vivem, trabalha muito na vida.
  • Fabiano: nordestino pobre, ignorante que desesperadamente procura trabalho, bebe muito e perde dinheiro no jogo.
  • Filhos: crianças pobres sofridas e que não têm noção da própria miséria.
  • Patrão: contratou Fabiano para trabalhar em sua fazenda, era desonesto e explorava os empregados.
  • Outros personagens: o soldado, seu Inácio (dono do bar).

Continuar lendo

Capitães da Areia – Jorge Amado

capitãesCapitães da Areia – Jorge Amado

Bom dia!! Vamos conhecer um pouco sobre a grande obra do Jorge Amado, Capitães da Areia. Esse livro marcou minha adolescência. Forte e intrigante, ganhou um lugarzinho na minha estante!! Lembrando que as informações foram coletadas de sites específicos e importantes como Educação Globo, Guia do estudante, Info escola, Vestibular Brasil escola e Universia. Vamos conhecê-lo?

Importância do Livro

Capitães da areia estabelece uma analogia entre a aventura que é narrada e a mensagem política que se pretende transmitir ao leitor. Possui com isso, um sentido didático que é próprio do tipo de literatura que o romance representa: aquele que é voltado para o trabalho de conscientização política. No âmbito da literatura, Jorge Amado foi um dos primeiros a abordar a questão dos menores de rua de uma perspectiva social e não simplesmente policial.

Sobre o autor

jorge

Jorge Amado pertence à segunda geração da literatura modernista brasileira, identificada como aquela que abordou a temática nordestina. No caso do escritor baiano, essa temática foi focalizada sob o prisma do realismo socialista, que aplicava à visão artística da realidade os princípios do Marxismo, do qual o autor foi adepto, chegando a eleger-se deputado pelo Partido Comunista Brasileiro. Algumas de suas principais obras foram adaptadas para a televisão, é o caso de Tieta do agreste – Jorge Amado, Gabriela Cravo e Canela – Jorge Amado e Dona Flor e seus Dois Maridos – Jorge Amado. Pela grande contribuição literária, Jorge Amado ganhou o Prêmio Camões em 1994. 

Continuar lendo

A Cidade e as Serras – Eça de Queirós

Olá pessoal, chegamos ao nosso 4º livro da lista da Fuvest 2017. Particularmente esse é meu livro predileto entre as obras apresentadas. Sobre o autor e o livro , cito-o em um post nele apresento minha visão sobre essa obra magnífica! Porém nesse post, gostaria de enfatizar sobre o autor,  o contexto histórico, resenhas, personagens e por fim um resumo baseado em sites como: Educação globo, Guia do estudante, Vestibular Uol e Mundo Vestibular.  Através das informações apresentadas, será possível ter uma visão geral do que foi e o que é “ A cidade e as serras”….

a-cidade-e-as-serras-1-638.jpg

Importância do livro

A obra foi publicada um ano depois da morte do autor, em 1901, e seguiu a ideia principal do conto “Civilização”, também escrito por Eça de Queirós e publicado em 1892. A Cidade e as Serras marca a reconciliação do escritor com a sociedade portuguesa, depois de obras polêmicas como O Crime do Padre Amaro Primo Basílio. Na narrativa é possível identificar a comparação entre campo e cidade, comum nas histórias do autor, assim como a relação entre a elite e a classe trabalhadora. 

Continuar lendo

IRACEMA

IRACEMA.jpg
Iracema – José de Alencar

Começando nossa maratona Fuvest 2017, iniciaremos com o resumo do romance Iracema de José de Alencar, publicado em 1865. Nesse resumo, encontraremos sua importância no contexto histórico, personagens, o enredo e links para vídeos com resenhas…vamos lá!

IMPORTÂNCIA DA OBRA

JOSÉ DE ALENCAR


Escrito por José de Alencar, faz parte da tríade dos romances indianistas (juntamente com O Guarani – Jose de Alencar e Ubirajara – Jose de Alencar), sendo considerado o mais maduro deles, pois admite várias interpretações, com uma excelente estrutura narrativa. É considerado um poema em forma de prosa, com características épicas, em que tanto Martim como Iracema são heróis. Iracema é uma típica heroína que representa o romantismo: espera o amado, se entrega a ele, fica com saudades, e morre por essa saudade.

PERÍODO HISTÓRICO

Iracema possui personagens históricos, ou seja, que realmente existiram e fizeram parte da História do Brasil. Martim e Poti são um exemplo. Além disso, o livro é escrito após a regularização da colonização do Ceará. Todo esse cenário de lendas, de amor proibido, serve para acontecer o nascimento do primeiro filho da miscigenação entre o branco e o índio. Assim, o índio é visto com bons olhos ufanistas e representantes da cultura brasileira. No vídeo acima, a youtuber Isabella demonstra esse cenário.

1865.jpg

PERSONAGENS

Martim: representa a cultura colonizadora. Herói, participa de várias lutas em defesa do seu povo. Fica dividido entre a sua cultura e a de Iracema.
Iracema: caracterizada no livro com a famosa frase “índia dos lábios de mel”, é admirada pela sua beleza. Carrega consigo a castidade, já que é sua obrigação da cultura diante dos deuses. Heroína rápida, como uma flecha. Após sua união com Martim, torna-se submissa a ele.
Araquém: pai de Iracema. Pajé, recebe Martim em sua cabana e o protege.
Poti: amigo fiel de Martim, está sempre com ele nas lutas.
Caubi: irmão de Iracema.
Irapuã: chefe dos tabajaras e inimigo de Martim.

Andira: velho guerreiro, irmão de Araquém.
Cajaúna: chefe dos potiguaras.
Maranguab: avô de Poti, conhecido como “o grande sabedor da guerra”.
Moacir: filho de Martim e Iracema, seu nome significa “filho do sofrimento”.
Japi: cão de Martim.

RESUMO ( BASEADO NO SITE MUNDO VESTIBULAR, EDUCAÇÃO GLOBO E GUIA DO ESTUDANTE)
IRACEMA ILUSTRADA.jpg

O romance possui como casal protagonista Iracema e Martim. Durante uma caçada, Martim se perdeu dos companheiros pitiguaras e se pôs a caminhar sem rumo durante três dias. O primeiro encontro dos dois se dá quando Iracema está repousando em sua sesta quando é assustada por um guerreiro estranho. Assustada, ela lança uma flecha que atinge o guerreiro. Ele não tem nenhuma reação ao ataque de Iracema e, ao ver que ele não possui nenhum tipo de má intenção, parte para acudi-lo. Esse guerreiro chama-se Martim. Eles vão juntos até a tribo de Iracema, chamada de tabajara. Martim é recebido pelo Pajé e, como de costume, belas mulheres são levadas até ele por Iracema. O jovem branco estranhou que entre elas não estivesse Iracema, a qual lhe explicou que não poderia servi-lo porque era quem conhecia o segredo da bebida oferecida ao pajé e devia prepará-la.

Continuar lendo